Aula inaugural marca início de projeto de inclusão do IHA

O Instituto Helena Antipoff (IHA) em Divinópolis realizou, nesta segunda-feira (14/06), a aula inaugural do projeto QualiFICA: Para além das cotas PdC. A apresentação marca o início do projeto viabilizado através do Instituto Cooperforte. O objetivo é oferecer módulos de capacitação profissional para adultos com deficiência intelectual ou Transtorno do Espectro Autista (TEA).



Durante a abertura, os assistidos foram orientados sobre o funcionamento geral do projeto. Para o presidente do IHA, Juliano Vilela, a proposta fortalece o processo de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade, com foco no mercado de trabalho e na parceria com empresas.


"Esperamos que, ao fim do QualiFICA, os assistidos sejam contratados não apenas para preencher cotas, mas por sua qualificação e seu potencial. Queremos também conscientizar as empresas que os assistidos podem colaborar, apenas precisam de uma oportunidade", destacou.


Projeto


O projeto tem como objetivo inserir os assistidos, entre 18 a 40 anos, com deficiência intelectual, múltipla ou com Transtorno do Espectro Autista (TEA) no mercado de trabalho através de metodologia específica para não apenas o acesso, mas a permanência no emprego. Assim, o instituto espera conscientizar as empresas sobre as potencialidades dos assistidos e qualificar os assistidos, fortalecendo sua independência e autonomia.


Ao longo do projeto, o instituto oferecerá diversos grupos de aprendizado para os assistidos, como rotinas de auxiliar administrativo, oficinas de empregabilidade, workshop de agentes multiplicadores, desenvolvimento e marketing pessoal, oficina de prática profissional, empreendedorismo, educação financeira e empoderamento digital.


O projeto também contará com a distribuição de materiais de conscientização e visita a empresas para orientações e esclarecimento sobre o tema.

3 visualizações0 comentário