Bazar Solidário vende 1,2 mil peças para ajudar pessoas com deficiência

O Instituto Helena Antipoff (IHA) promoveu o Bazar Solidário durante seis dias. O objetivo foi arrecadar recursos para a manutenção dos serviços prestados gratuitamente às pessoas com deficiência intelectual, múltipla do com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Durante o período, foram vendidas, aproximadamente, 1,2 mil peças de roupas e calçados.



Inicialmente, a intenção era realizar a venda de calçados, camisas, calças, bolsas, acessórios e demais itens apenas nos dias 10 e 11, mas, devido ao sucesso, o evento foi prorrogado e aconteceu novamente entre os dias 21 e 23. Com preços acessíveis a partir de R$ 3, o instituto disponibilizou para vendas produtos arrecadados por doações de pessoas físicas e empresas, inclusive que haviam sobrado de outros bazares. No sexto dia, 29 de dezembro, foi promovida uma “queima de estoque”, com o valor de R$ 1.


“Estamos abertos o ano todo para receber doações. Com o sucesso, nosso objetivo é expandir o projeto e aumentar a frequência dos bazares, realizando um por mês”, comentou a gerente financeira do instituto, Sônia Oliveira.



O presidente do IHA, Juliano Vilela, agradeceu às contribuições da comunidade.


“Ficamos muito felizes em saber que podemos contar com o apoio da população. A manutenção dos serviços que oferecemos gratuitamente às pessoas com deficiências depende das ações e doações realizadas durante o ano. Então obrigado a todos e todas que vieram, fizeram suas compras de Natal, Ano Novo, e nos ajudaram”, destacou.





O instituto


O Instituto Helena Antipoff é gerenciado pelo Lions Clube Pioneiro. É uma entidade assistencial sem fins lucrativos fundado em 1970. Para contribuir com a instituição, localizada na rua do Cobre, 697, no bairro São João de Deus, basta acessar o site institutohelenaantipoff.org.br/doacoes ou pelo telefone (37) 3221-2001.

12 visualizações0 comentário