Helena Antipoff assina convênio e passa a oferecer oficina de dança

O presidente do Instituto Helena Antipoff (IHA), Juliano Vilela, assinou, na manhã desta sexta-feira (12/03), uma parceria com as professoras de dança Juliana Madeira e Monika Zamback para oferecer oficinas ligadas à arte para seus assistidos. A expectativa é iniciar as aulas, com duração prevista de 50 minutos cada, já em abril. As atividades serão realizadas duas vezes por semana, com oito turmas. Estão previstos exercícios de dança do ventre, balé e dança de salão.

A nova oficina é mais uma ampliação dos serviços articulada pela atual diretoria em prol das pessoas com deficiência intelectual, múltipla e com transtorno do espectro autista.

“Um dos objetivos da nossa gestão é justamente ampliar a oferta de atividades para os assistidos. Queremos que eles tenham acesso ao lazer, brincadeiras e atendimentos e, através disso, desenvolvam seus potenciais, habilidades e trabalhem a socialização. Temos tomado todos os cuidados em relação ao vírus e, nas oficinas de dança, não será diferente”, garante o presidente, Juliano Vilela.

Todas as aulas seguirão as normas de prevenção à covid-19, sendo o uso de máscara obrigatório e o distanciamento social respeitado. O instituto também disponibiliza, desde o início da pandemia, álcool em gel em pontos estratégicos. Cartazes com orientações dos cuidados preventivos estão afixados pela sede.

Evolução

Para Juliana Madeira, a arte tem potencial auxiliar, fisicamente e mentalmente, no desenvolvimento dos assistidos.

“A dança nos permite trabalhar aspectos como criatividade, musicalidade, socialização e o conhecimento da atividade em si, contribuindo para consciência comportamental, comunicação e bem-estar, aumento da autoestima, correção de postura e outros benefícios”, destaca.

Monika Zamback cita, por exemplo, alguns dos benefícios da prática, que tem efeito terapêutico: melhoria da resistência física, habilidade de se expressar, convívio, comunicação, bem-estar, habilidades motoras e psíquicas, diminuição do estresse, aumento da concentração e outros.

“Nosso objetivo é levar aos assistidos esses benefícios de forma lúdica, técnica, prazerosa e enriquecedora, contribuindo para a satisfação pessoal”, finaliza.



6 visualizações0 comentário