Projeto do Helena Antipoff é aprovado por instituto nacional

O projeto 'QualiFICA: Para além das cotas para Pcd’, do Instituto Helena Antipoff (IHA) em Divinópolis, foi aprovado pelo Instituto Cooperforte, instituição nacional de apoio a organizações sociais através da capacitação e do desenvolvimento profissional. Com isso, o IHA participou do 1º edital para arrecadar fundos para a viabilização do projeto voltado à inclusão dos assistidos no mercado de trabalho. O IHA também recebeu o apoio de 12 empresas/entidades da cidade e região.



O presidente do IHA, Juliano Vilela, celebrou a nova conquista.


“Recebemos com orgulho essa aprovação. Com esse apoio, vamos tirar mais um projeto do papel, desta vez voltado à qualificação dos nossos assistidos para o mercado de trabalho. Eles vão receber um acompanhamento profissional e aprender mais sobre informática, organização no ambiente profissional, educação financeira e outras atividades”, destacou.


Inclusão


O projeto tem como objetivo inserir os assistidos, entre 18 a 40 anos, com deficiência intelectual, múltipla ou com Transtorno do Espectro Autista (TEA) no mercado de trabalho através de metodologia específica para não apenas o acesso, mas a permanência no emprego. Assim, o instituto espera conscientizar as empresas sobre as potencialidades dos assistidos e qualificar os assistidos, fortalecendo sua independência e autonomia.


“Este projeto proposto pelo Instituto Helena Antipoff em parceria com o Instituto Cooperforte, visa contribuir com a superação de diversas barreiras encontradas pelas pessoas com deficiência, com a preparação social e técnica para o trabalho, possibilitando melhores oportunidades, fortalecendo a autoestima, os vínculos sociais, além de contribuir para aumentar a empregabilidade do público alvo deste projeto, garantindo-lhes o acesso ao mundo do trabalho”, detalha o texto da proposição aprovada.


Segundo dados do IBGE colhidos em 2019, menos de 30% das pessoas com deficiência em Divinópolis estavam empregadas.


Profissionalização


Ao longo do projeto, o instituto oferecerá diversos grupos de aprendizado para os assistidos, como rotinas de auxiliar administrativo, oficinas de empregabilidade, workshop de agentes multiplicadores, desenvolvimento e marketing pessoal, oficina de prática profissional, empreendedorismo, educação financeira e empoderamento digital.


O projeto também contará com a distribuição de materiais de conscientização e visita a empresas para orientações e esclarecimento sobre o tema.


Seleção


O processo seletivo contou com a participação de mais de 100 instituições de todo o Brasil ao longo de suas três etapas. A primeira foi o credenciamento das instituições. Em seguida, os projetos foram analisados. Por fim, a equipe técnica do Cooperforte visitou a sede do IHA para conhecer a estrutura e os trabalhos desenvolvidos dentro da instituição.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Termo de Colaboração nº 01/2022 - Semas que entre si celebram o município de Divinópolis, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Instituto Helena Antipoff.