Helena Antipoff amplia atendimentos e chega a quase 26 mil consultas em 2021

O Instituto Helena Antipoff (IHA) em Divinópolis terminou o último ano cumprindo sua meta de ampliar os atendimentos e alcançar mais assistidos e famílias. Enquanto em 2020, comprometido pelas restrições da pandemia, o número de consultas ficou em 19.940, em 2021 chegou a 25.800, representando crescimento de 29,38%. Em todos os setores houve aumento e, em alguns, o número mais do que dobrou.



O ano foi marcado por uma série de iniciativas para ampliar e reforçar os serviços na instituição. Uma das ações foi iniciar o projeto CoreografIHA, com oficinas de diferentes gêneros musicais, como dança do ventre e de salão, para os assistidos.


Para este ano, o objetivo é novamente fortalecer os serviços do Instituto. O primeiro reforço será na MusicalIHA, oficina de bateria e percussão, que agora será realizada duas vezes por semana, e não somente uma.


“Desde o início de 2021, mesmo com restrições da pandemia, procuramos tirar do papel nossos projetos e o balanço mostra que deu certo. Ampliar nossos atendimentos significa mais assistidos e famílias beneficiadas com um atendimento multidisciplinar gratuito e de qualidade. E mantemos esse compromisso também neste ano”, destacou o presidente do IHA, Juliano Vilela.

Outra medida adotada envolveu dobrar as consultas no setor de ortopedia. Antes de maio, a média era de seis atendidos em apenas um dia de consulta por mês. Depois, os atendimentos passaram a ser quinzenais, ampliando a frequência e a média. Os setores médicos, em geral, apresentaram crescimento considerável: Neurologia (de 1.463 para 3.230), Pediatria (615 para 1.428) e Ortopedia (93 para 304).


Balanço


No setor de fonoaudiologia, os atendimentos saíram de 1.871, em 2020, para 4.036 no ano passado. Na fisioterapia, responsável pela reabilitação motora dos assistidos, o número subiu de 2.879 para 4.439.


A terapia ocupacional, que estimula brincadeiras para o desenvolvimento das partes motoras e cognitivas, encerrou 2020 com 2.149 atendimentos. No ano passado, terminou com 3.311. Na psicologia, o número quase triplicou, saltando de 1.528, em 2020, para 4.414, em 2021.


Além disso, o IHA ainda registrou mais de seis mil orientações realizadas pela Assistência Social e mais de mil oficinas, que trabalham com atividades pedagógicas e a produção de artesanatos.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Termo de Colaboração nº 01/2022 - Semas que entre si celebram o município de Divinópolis, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Instituto Helena Antipoff.