Projeto do IHA, QualiFICA já conta com três instituições parceiras

Instituto oferece qualificação profissional a pessoas com deficiência e empresas abrem as portas para oportunidades de trabalho


O projeto ‘QualiFICA: Para Além da Cotas para PdC’, do Instituto Helena Antipoff (IHA), em Divinópolis, já conta com três instituições parceiras. O Complexo de Saúde João de Deus, o Grupo ABC e a Drazzo Store aderiram ao programa de qualificação profissional oferecido pelo IHA para adultos com deficiência intelectual ou com Transtorno do Espectro Autista (TEA) que buscam uma oportunidade no mercado de trabalho. Alguns dos participantes, inclusive, já participam de processo seletivos nas empresas parceiras, conquista celebrada pela coordenação do projeto.





A parceria prevê que as entidades parceiras informem ao IHA quando houver a abertura de vagas para o público-alvo e trabalhar pela inserção, apoio e adaptação durante o processo da empregabilidade inclusiva. O termo também prevê visitas técnicas para fins educativos e ampla visibilidade aos projetos para incentivar a inclusão.


As empresas interessadas em se tornar uma empresa parceira devem entrar em contato através do (37) 3221-2001 ou envie um e-mail para andersonalves.iha.projetos@gmail.com.


Projeto


O projeto ‘QualiFICA: para além das cotas PdC’ tem como objetivo inserir os assistidos, entre 18 a 40 anos, com deficiência intelectual, múltipla ou com Transtorno do Espectro Autista (TEA) no mercado de trabalho através de metodologia específica para não apenas o acesso, mas a permanência no emprego. Assim, o instituto espera conscientizar as empresas sobre as potencialidades dos assistidos e qualificar os assistidos, fortalecendo sua independência e autonomia.

Ao longo do projeto, o instituto oferecerá diversos grupos de aprendizado para os assistidos, como rotinas de auxiliar administrativo, oficinas de empregabilidade, workshop de agentes multiplicadores, desenvolvimento e marketing pessoal, oficina de prática profissional, empreendedorismo, educação financeira e empoderamento digital.


O projeto também contará com a distribuição de materiais de conscientização e visita a empresas para orientações e esclarecimento sobre o tema.

10 visualizações0 comentário